29 janeiro 2013


LDN para iniciantes

Quem sugeriu esse post foi uma amiga que está vindo para cá daqui algumas semanas. Não é nenhum post bombástico e, com certeza, ficando por aqui durante alguns dias, a gente acaba aprendendo tudo isso "na marra".
No aeroporto - Londres tem cinco aeroportos: Heathrow, Gatwick, City, Luton e Stansted. Heathrow é o maior deles e o único que tem vôos diretos do Brasil (nos vôos com escala, é possível chegar via Gatwick). Tanto em Heathrow quanto em Gatwick, o acesso ao centro da cidade é bem fácil: tem metro ou opções de trem express dentro do próprio aeroporto. Evite táxi, porque aqui é realmente caro (uma corrida de Heathrow até minha casa, que fica perto da London Bridge, dá mais ou menos uns £85, ou seja, quase R$ 300! Melhor gastar isso na Zara, certo? rs)

Metrô - Aqui em Londres todo mundo usa Underground! É fácil, seguro e tem estações pela cidade inteira! Chegando aqui, a primeira providência é comprar um Oyster Card, que é um cartão eletrônico que pode ser usado no metrô e nos ônibus da cidade (pode ser comprado em qualquer estação de metrô, na bilheteria ou nas máquinas de auto atendimento). Dica: ao comprar o Oyster, é possível carregá-lo com uma opção de uso ilimitado durante uma semana. O ideal é pegar uso ilimitado na Zona 1 e 2, pois dificilmente você sairá fazer turismo fora dessas duas zonas.
Táxi - Algumas vezes, os táxis são inevitáveis. Por que? Porque o metrô fecha meia noite e meia heheheh. Pegue o metrô por volta desse horário e veja como estará lotado! Dica: aqui o costume é você dizer ao motorista para onde está indo antes de entrar no táxi. Outra coisa, muitos não aceitam cartões, por isso, tenha cash sempre a mão. Dependendo do horário, é meio difícil conseguir táxi, então, uma outra dica é a Addison Lee, uma empresa de taxis para a qual você pode ligar e agendar corridas. Eles tem uma aplicativo para iPhone super prático, que já te passa até o valor final da corrida quando você faz o agendamento.
Farmácias e Cosméticos - Aqui não Sephora (sim, triste!), mas na Boots, que é a principal rede de farmácias daqui, é possível encontrar muitos produtinhos de beleza. A da Oxford St (perto da estação Bond St) é a melhor que eu conheço, super grande, com muitas marcas de maquiagem.

Pret a Manger - Pit stop para comer algo bem rapidinho? É lá mesmo que eu vou! Tem um em cada esquina da cidade e é uma delícia! Várias opções de sopas, sanduíches, wraps e saladas. Tudo bem fresquinho.
Celular - Essa dica quem me deu foi uma amiga, mas não cheguei a testar porque, assim que cheguei, já peguei uma linha daqui. É possível comprar um chip local e usar no seu celular (caso seja desbloqueado, obviamente) na The Carphone Warehouse. O chip custa £5 e funciona como um pré-pago. É ideal para quem quer usar 3G e também para falar com outras pessoas que estão pela cidade.

Acho que falei sobre todos os itens de primeira necessidade hehehe. Como disse, a maioria dessas dicas a gente acaba aprendendo (por bem ou por mal) depois de ficar alguns dias por aqui, mas nada como ter tudo "mastigadinho" para facilitar a vida!

Beijos! 

3 Comentários

3 comentários:

Ruth Sampaio disse...

Adorei as dicas.

Ruth Sampaio disse...

Adorei as dicas.

Luciana Gomide disse...

Marilia, esqueceu uma importante! Pedir VAT para tudo que se compra :) Eu peguei o meu reembolso no aeroporto, super rápido, e tem a opção dinheiro ou depósito no cartão de crédito!

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t